domingo, 29 de maio de 2016

Sue Hecker - Tutor

Sinopse:

Tutor Pedro Salvatore, um homem submerso em sua virtude e honroso de sua palavra. Será capaz de emergir de um juramento onde foi capaz de colocar toda sua vida em segundo plano? Convicto que o poder do NÃO pode ser o bastante para ir contra seu coração. Um homem marcante, com olhar penetrante. O que esperar de uma história, quando os desejos são substituídos pela autoflagelação?









Resenha:
Tutor: O metódico versus a impulsividade. Proporcionando momentos de emoção e realidade, Sue Hecker aborda em seu livro um assunto um pouco mistificado, o transtorno obsessivo compulsivo, mais conhecido como TOC, em seu mocinho de olhos verdes penetrantes. Preparem-se para personagens fora do padrão e com muita bagagem.

Totalmente narrado em primeira pessoa, variando entre Pedro e Bya, essa história se mescla com alguns acontecimentos do livro “O lado bom de ser traída”, mas a narrativa focou, exclusivamente, no casal. Bom para nós, leitores, que temos a oportunidade de saber, do início ao fim, o surgimento da personalidade de cada personagem e suas motivações.

Teimosa, atrevida e muito ciumenta, Beatriz Eva, ou Bya, foge do padrão de
mocinhas legais e gente boa. Ela tem um bom coração, é apaixonada e companheira, mas não é perfeita. Ela é gente como a gente, humana, impulsiva e um pouco inconsequente. Tudo bem se você não é assim, mas tenha a mente aberta para aceitar as loucuras de Bya.
“— Sim, quero que ele seja meu amante, meu homem, meu macho. Ou seja lá qual rótulo ele possa querer me dar.”
Tático e metódico, Pedro Salvatore entra na vida de Bya e vice-versa, para chocar os mundos. Enquanto ele é guiado por padrões e métodos, ela é guiada pelo impulso e pelo coração. Pedro sofre com TOC, mas não o transtorno que estamos acostumados a rotular um amigo, mas o transtorno que atinge as pessoas que realmente possuem esse transtorno.
“...acho que quando estamos muito aflitos e ansiosos, passamos por possíveis portas pelo labirinto e não enxergamos a saída, porque ficamos cegos com a nossa obsessão.”

Trôpega por causa de um acidente de carro que perde seus pais, Bya vira tutelada de Pedro, que era o parente mais próximo dela, já que a mãe dela era a filha da segunda esposa do pai de Pedro. Isso mesmo, eles não são parentes de sangue e, além do transtorno do Pedro, existe todo esse “rolo” familiar por trás e a recuperação do acidente de Bya. 
Temperado com cenas íntimas criativas e preliminares excitantes, Bya protagoniza uma das cenas mais impertinentes que já li, quando espera Pedro em casa enquanto, na televisão, passa um filme pornográfico. Como de costume na vida desse casal, é claro que a cena tinha tudo para começar bem e terminar bem, mas começou mal e terminou muito... muito bem!
“P:> Viciada em churros ou em doce de leite? 
B:> Em você.”

Tocada pelo conflito interno das personagens, deparei-me com assuntos que não tinha domínio e que me instigaram a pesquisar mais sobre: TOC, perda de memória, Brainspotting e arquitetura. Muito me agrada livros que, além do prazer da leitura, me estimulam a pesquisar e a querer saber mais sobre o assunto abordado.
Tendo em vista que a mocinha tem tendências impulsivas e a construção do amor entre o casal está fora do padrão (que, nas minhas leituras são: amor à primeira vista, se conhecerem com alguns imprevistos, revelação de um segredo que abala a confiança e o perdão), alguns leitores podem estranharem. 

Tratado de uma maneira criativa, acompanhamos a evolução do Pedro em tratar o TOC, juntamente com a evolução da maturidade de Bya, que começa insegura, tanto quanto Pedro. Para os românticos e apaixonados de plantão, encontramos várias surpresas inusitadas no livro, como uma música exclusiva (www.youtube.com/watch?v=SV8-2ezK26M). 

Autora: Sue Hecker   Facebook  Wattpad

Sobre: Sue Hecker é, na verdade, um pseudônimo escolhido por uma grande amiga da autora. Tem 42 anos e é casada com um marido super companheiro, com que tem um filho maravilhoso. Criar estórias e dividi-las com as pessoas começou como um passatempo, que se transformou numa experiência mágica. Ao começar a postar sua primeira criação, nunca, em toda a sua vida, sentiu-se tão amada e querida por tantas novas amigas, conquistadas durante a postagem da estória. Sempre foi uma devoradora de livros e, atualmente, flagra a si mesma sonhando, cada vez mais, em usarsua inspiração para criar mais estórias. Acha incrível como os personagens falam com ela, a todo momento! Na escrita, encontrou a melhor terapia para muitas coisas. Afirma que, em cada palavra que escreve, há mensagens ditadas por sua sensibilidade, que encontra eco em seu coração.

Onde Comprar:


quinta-feira, 5 de maio de 2016

M. S. Fayes - Akaya (Conto)

Sinopse: 

Um conto de fantasia onde sua imaginação será sua verdadeira aliada no processo de leitura...













Resenha:

Uma leitura gostosa, acalentadora e divertida.
Com a narrativa em terceira pessoa e propositalmente com poucos detalhes, somos estimulados a imaginar todos os pormenores desse mundo. Nada melhor do que dar asas a nossa imaginação.
Akaya é sequestrada e está desaparecida há mais de três anos. Zaror está em busca dela, seu companheiro prometido e rei de Weer. Apesar de Akaya e Zaror terem natureza guerreira, eles são todos românticos e apaixonados. 


Autora: M. S. Fayes Facebook


Sobre: M. S. Fayes é o pseudônimo de Martinha Fagundes, conhecida na internet por suas divagações sarcásticas sobre todos os tipos de livros.

De leitora ávida e curiosa para escritora foi um pulo. Esposa, mãe de dois rebentos, dona de casa, fisioterapeuta, professora, blogueira, desenhista e escritora, ela encontra em suas múltiplas personalidades a inspiração para criar seus personagens.
Incansável, ela sempre está criando um universo próprio, com bastante romance e emoção. De sua cabeça saem simultaneamente várias histórias, onde o foco principal é o próprio leitor.


Onde Comprar:

terça-feira, 3 de maio de 2016

Meus Livros Nacionais Autografados: M. S. Fayes - Trilogia da Lei



Faltando apenas o primeiro livro da "M. S. Fayes - Trilogia da Lei", comprei e ganhei os livros no site da própria autora: http://www.msfayes.com/

Existem dois contos no meio deles, que ainda não li e prometo resenha!

Como eu descobri ele? 


Novamente em um grupo de leitura do Facebook, vi a divulgação dessa trilogia e resolvi dar uma chance. A simpatia da autora também me convenceu!
Como uma boa devoradora de e-books, li todos pela amazon e claro, com a oportunidade de possui-los em papel e brochura, com dedicatória e tudo, não perdi a oportunidade! 

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Primeiras Impressões: Amanda Bonatti - S.O.S. mamãe de primeira viagem



O "S.O.S mamãe de primeira viagem" está totalmente renovado e muito mais bonito!

Com um jeitinho íntimo de contar uma história, Amanda Bonatti conta as aventuras de como é descobrir a gravidez e como tudo e todos ao seu redor podem mudar.

Narrado em primeira pessoa por uma grávida e futura mamãe muito divertida, somos agraciados com desenhos monocromáticos a cada capítulo, deixando o livro um pouco com cara de diário! E quem não quer saber sobre todos os segredos não contados das grávidas?

Sem muitas fantasias, porém com muito humor, podemos esperar os altos e baixos da gravidez, bem como os palpiteiros de plantão, que perturbam ao mesmo que divertem.

Super recomendado para gestantes, mamães e futuras mamães.

Onde comprar: Pelo Facebook ou e-mail;


domingo, 1 de maio de 2016

Sue Hecker - O Lado Bom de Ser Traída

Sinopse:

Bárbara, mulher bem sucedida no que faz, noiva há 05 anos de um galante empresário do ramo de telecomunicações. Porém, o seu mundo perfeito se desfaz ao ver o seu noivo agarrado em uma ruiva, chamando-a de noiva! 
Decidida a não se entregar a decepção latente, ela dá a volta por cima, muda o visual, e começa a aproveitar o lado bom de ser traída!
Porém, o destino coloca em sua vida, um Juiz, extremamente sexy, e apenas com um olhar os dois são atraídos para uma tensão sensual, lutando contra os medos e receios de cada um, sem acreditar que podem amar, mais uma vez!






Resenha:
É possível encontrar algo bom no meio de uma traição? Para uns, traição pode significar o fim de alguns sonhos e para outros é possível encontrar o lado bom e tudo o que esse lado bom pode trazer.
Apesar do livro contar sobre a vida pós traição, ele é muito mais do que isso. Está recheado de várias formas de amar, deixando o título apenas com uma parte dele.

Contamos com a narração de várias primeiras pessoas. Apesar de predominar o mocinho e a mocinha, os amigos e inimigos, coadjuvantes desse romance, aparecem para complementar essas várias visões do amor. Conhecemos intimamente a motivação de cada personagem, deixando a trama excitante e profunda.


Bárbara é a mulher traída da história, mas que usa essa tração para dar um novo rumo a sua vida. Dona de uma empresa de contabilidade e motociclista, ela é determinada, sem frescura e muito independente. Bárbara ganha pontos positivos por saber o que quer e não fazer tempestade em copo d’água, causando dramas e picuinhas.
Marco é um Juiz de direito desiludido do amor, mas ativo na pegação e diversão. Com um grande coração, ele consegue transformar sua personalidade dominadora em um homem carinhoso, persistente e muito amoroso.
A interação entre os dois é muito madura, dispensando as brigas e intrigas típicas de um casal adolescente.

Aos poucos, a história de Bárbara e Marco se transforma em algo mais intenso e reflexivo que apenas uma aventura. Temas polêmicos são abordados, forçando o leitor não só curtir a união dos dois, mas também refletir. O amor possessivo, incondicional, platônico e fraterno são algumas dessas abordagens que temperam o romance.
Há um vislumbre de outras histórias, outros personagens e outras tramas. Esse livro também se tornou a introdução de várias possíveis outros livros. É possível simpatizar com o vilão ou se irritar com a amiga da mocinha.
Em contrapartida, tratar de tantos assuntos e tantos personagens deixou o livro extenso e, às vezes, um pouco cansativo. Porém, cada capítulo encerra com um novo estímulo, fazendo com que o leitor queira continuar com a leitura.

Então, recomendo a leitura para aqueles que buscam novos assuntos, novas reflexões e não tenham medo de um grande livro, recheado de amor, aventuras e temas polêmicos. 

Autora: Sue Hecker   Facebook  Wattpad

Sobre: Sue Hecker é, na verdade, um pseudônimo escolhido por uma grande amiga da autora. Tem 42 anos e é casada com um marido super companheiro, com que tem um filho maravilhoso. Criar estórias e dividi-las com as pessoas começou como um passatempo, que se transformou numa experiência mágica. Ao começar a postar sua primeira criação, nunca, em toda a sua vida, sentiu-se tão amada e querida por tantas novas amigas, conquistadas durante a postagem da estória. Sempre foi uma devoradora de livros e, atualmente, flagra a si mesma sonhando, cada vez mais, em usarsua inspiração para criar mais estórias. Acha incrível como os personagens falam com ela, a todo momento! Na escrita, encontrou a melhor terapia para muitas coisas. Afirma que, em cada palavra que escreve, há mensagens ditadas por sua sensibilidade, que encontra eco em seu coração.

Onde Comprar: