sexta-feira, 8 de julho de 2016

Sue Hecker - Sr. G

Sinopse:

Patrícia, mulher convicta das suas verdades, caminha pela vida como uma guerreira. Tem um objetivo a ser alcançado, dele não abrindo mão nem por sua felicidade, que fica em segundo plano. Ela tem um grande amigo, seu companheiro e confidente, com o qual mantém um relacionamento que é uma espécie de simbiose entre ambos. Seu desejo é de que algum dia um homem entenda e conheça essa ligação e conquiste a ambos, de maneira a compartilharem todos juntos uma maior intimidade. Para alguns, isto parece uma loucura, mas para ela será o seu nirvana, a chave para a felicidade. Houve apenas um único homem a quase ter sucesso em alcançar essa comunhão, porém, o acaso e a vida fizeram que houvesse um desencontro em seus destinos, unindo-os novamente apenas dois anos após o primeiro encontro. Será esse homem, que a considera uma quimera e fruto da sua imaginação, capaz de realizar seus desejos aparentemente improváveis e fazer o que nunca homem algum conseguiu: chegar mais próximo do seu coração?

Resenha:
Quem diria que um ponto um tanto “misterioso” poderia ser tema de uma trama tão divertida e misteriosa? Além de desmistificar esse ponto, acabamos conhecendo e nos aprofundando em mundos que achamos que conhecemos, como o BDSM e traumas de infância.
Com a intenção de mostrar um pouco da personalidade dos mocinhos, a capa apresenta um homem de terno que sempre transparece formalidade, até um pouco de imponência. A moça com roupas e acessórios clássicos combinam com a mesma imagem do mocinho, mas a mão em suas pérolas demonstra um quê de insegurança ou nervosismo. E claro, para isso que servirá nosso Carlos...

De forma íntima e nem um pouco recatada, a mocinha Patty e o mocinho Carlos se revezam na narração desse romance divertido e atraente. Não bastava Patty ser mulher independente, ela tinha que ser ansiosa e divertida.
Importante citar que, nome completo no “Sr. G” é considerado um apelido carinhoso!

Patty ou Patrícia Alencar Rochetty para os íntimos é uma mulher moderna,
independente, descontraída e desimpedida. Apesar da vida não muito fácil quando criança e adolescente, Patty é uma vencedora nos assuntos profissionais e um pouco frustrada nos pessoais, já que seu coração está fechado para curiosos e seus desejos carnais são saciados apenas por uma pessoa, ela mesma. 
Já Carlos Tavares Júnior possui problemas apenas com os pais. Sua vida profissional é um sucesso, sendo dono de uma cervejaria e a pessoal também, sendo um dominador e piloto amador da Stock Car! Não falta mulheres para ele esbanjar todo o seu sexy-appeal! Ele é calmo, atencioso e muito, mas muito determinado!

O primeiro encontro entre os dois revelam características desconhecidas ou escondidas dos dois. Patty é insegura e não quer enfrentar o trauma que acompanha sua vida, mesmo que a solução, Carlos, está na sua frente e quer ajudar. Tão determinado a ajudar, Carlos acaba pisando em seu orgulho para, praticamente, carregar Patty em sua cura.
Com a insistência de Carlos e o amolecimento do coração de Patty, eles começaram a se envolverem intensamente, se aprofundando a cada encontro íntimo e a cada cutucão do Sr. G da Patty. Os traumas de infância, as dificuldades de aceitação do amor, as necessidades de dominância e submissão são descascadas e uma por uma são resolvidas. 

Com a ajuda do humor e de práticas de BDSM, refletimos sobre assuntos íntimos da mulher, como o ponto G e a autossatisfação. Não é um romance exclusivo BDSM, mas o assunto é abordado de forma esclarecedora e o mocinho é um praticante. E, como todo assunto íntimo, desperta curiosidade e expectativas!


Autora: Sue Hecker   Facebook  Wattpad

Sobre: Sue Hecker é, na verdade, um pseudônimo escolhido por uma grande amiga da autora. Tem 42 anos e é casada com um marido super companheiro, com que tem um filho maravilhoso. Criar estórias e dividi-las com as pessoas começou como um passatempo, que se transformou numa experiência mágica. Ao começar a postar sua primeira criação, nunca, em toda a sua vida, sentiu-se tão amada e querida por tantas novas amigas, conquistadas durante a postagem da estória. Sempre foi uma devoradora de livros e, atualmente, flagra a si mesma sonhando, cada vez mais, em usarsua inspiração para criar mais estórias. Acha incrível como os personagens falam com ela, a todo momento! Na escrita, encontrou a melhor terapia para muitas coisas. Afirma que, em cada palavra que escreve, há mensagens ditadas por sua sensibilidade, que encontra eco em seu coração.

Onde Comprar: