segunda-feira, 5 de junho de 2017

M. S. Fayes – Rainbow

Sinopse:
Rainbow Walker sempre se sentiu diferente das garotas da sua idade. Com um nome peculiar e uma família estranha, ela nunca conseguiu estabelecer vínculos ou manter muitas amizades. Agora, em uma nova cidade, ela terá de se adaptar a uma nova escola e rotina, ao mesmo tempo que precisa deixar sua introspecção de lado. Mas Rainbow não está sozinha nessa jornada, já que uma pessoa inesperada entra em seu caminho, fazendo com que ela precise rever todos os velhos preconceitos em relação aos outros, obrigando-se a deixar as pessoas entrarem na sua vida. Reviravoltas, conflitos familiares e toda espécie de desventuras típicas de uma adolescente no Ensino Médio não podem competir com o que ela menos esperava encontrar: o amor e a autodescoberta.

Resenha:
Seguindo os significados das cores do arco-íris, resenharei essa história que além de fofa e romântica, traz consigo mensagens subliminares.
Com o vermelho, percebemos através da narrativa em primeira pessoa feita por Rainbow, que está fervorosamente isolada em seu próprio casulo por causa das constantes mudanças de cidades dos seus pais e o jeito hippie de ser. A paixão que ela sente ao não deixar ninguém se aproximar para fazer amizades é intrigante. Ela tem dois irmãos mais novos, gêmeos, que não seguem esse mesmo estilo intrusivo, se adaptaram melhor.

Com o laranja, acompanhamos a evolução no desabrochar de Rainbow e o quanto Thomas é persistente e cheio de palavras lindas para tirar essa linda menina de sua redoma. A esperança é a última que morre quando se trata da determinação de Thomas, que nos agracia com alguns pontos de vista de sua parte.
Com o amarelo, Thomas encontra um pretexto criativo para começar um relacionamento com Rainbow, fazendo com que essa mocinha tímida e introvertida, como uma flor, comece a se desabrochar.
Com o verde, esperamos e torcemos para que todos os intemperes, como uma prima megera, uma patricinha invejosa e um atleta sem noção, não atrapalhe o relacionamento dos dois. A repercussão do relacionamento entre a novata com o nome diferente e o melhor atleta da escola trará muita ação nesse ensino médio.
Com o azul, a construção da trama foi harmoniosa, concisa e sem brechas. A quantidade de drama, comédia e seriedade na medida certa!
“...mostrou que sentimento são lindos para serem sentidos em sua plenitude e que podemos apreciar todas as gamas de sensações que o mundo pode oferecer, desde as mais simples às mais intensas.”
Com o anil, me apaixonei e encantei com a determinação e sabedoria do mocinho. Thomas se mostrou um homem apaixonado, racional e persistente. Ele soube entender o momento de Rainbow, usando todas as brechas como uma desculpa de incitar o melhor dela.
“— Rainbow... quando se sentir em um túnel escuro e não conseguir ver a luz lááá no final... — ele disse e me beijou ternamente. — Lembre-se de que eu vou estar lá, tentando iluminar o local, nem que seja com um palito de fósforo.”

Com o violeta, algo dentro de nós muda depois dessa leitura, porque tudo pode ser ficção, mas os conselhos e palavras usadas pelas personagens nos atinge de uma forma espiritual

Sim, quero mais, com essa capa linda e diagramação maravilhosa!

Autora: M. S. Fayes 
Facebook HomePage

Sobre a autora: M. S. Fayes é o pseudônimo de Martinha Fagundes, conhecida na internet por suas divagações sarcásticas sobre todos os tipos de livros.

De leitora ávida e curiosa para escritora foi um pulo. Esposa, mãe de dois rebentos, dona de casa, fisioterapeuta, professora, blogueira, desenhista e escritora, ela encontra em suas múltiplas personalidades a inspiração para criar seus personagens.
Incansável, ela sempre está criando um universo próprio, com bastante romance e emoção. De sua cabeça saem simultaneamente várias histórias, onde o foco principal é o próprio leitor.

Onde Comprar:

6 comentários:

  1. Geeeente! que coisa mais linda, Mari! Amei essa resenha super criativa e emocionante! Eu amei e amei!
    Lindo! E fico feliz por ter percebido tantas nuances nesse livro especial!

    Bjuuu

    Love you!

    M.S Fayes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por mais uma história linda e maravilhosa!

      Excluir
  2. Que resenha amoor!
    E juro que essas corzinhas me atraíram demais. HAHAHA
    Só digo que o Thomas é meu eterno amor, mesmo sendo um ""adolescente"", ainda me casaria com ele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha você viu? Momento super criativo!!! Culpa desse livro amor!

      Excluir
  3. Ahhhhhh Mari que resenha linda... linda de tantas palavras encantadoras e linda de colorida dando ênfase a esse arco-iris lindo que é esse livro!!!
    Todo mundo de olho no Thomas... tonso de olho na dona Yukie...
    Bjs amiga

    ResponderExcluir